Corrigindo Fórmulas do Excel



Neste Tutorial vamos Explicar esse Detalhe muito Importante , que muita gente nos Pergunta .

Verifique se ela foi criada corretamente
Inicie cada função com o sinal de igual (=)  
Se você omitir o sinal de igual, o conteúdo que você digitar poderá ser exibido como texto ou data. Por exemplo, se você digitar SOMA(A1:A10), o Excel exibirá a cadeia de caracteres de texto SOMA(A1:A10) e não calculará a fórmula. Se você digitar 11/2, o Excel exibirá uma data, como 2-Nov ou 11/02/2009, em vez de dividir 11 por 2.
Corresponda todos os parênteses de abertura e de fechamento  


Verifique se todos os parênteses possuem um par correspondente. Quando você usar uma função em uma fórmula, para que ela funcione corretamente, é importante que cada parêntese esteja na posição correta. Por exemplo, a fórmula =SE(B5<0),"Não válido",B5*1.05) não funcionará porque existem dois parênteses de fechamento e apenas um de abertura. A fórmula correta tem o seguinte formato: =SE(B5<0,"Não válido",B5*1.05).
Digite todos os argumentos obrigatórios  
Algumas funções da planilha têm argumentos obrigatórios e algumas funções (como PI) não aceitam argumentos. Além disso, verifique se você não inseriu argumentos demais. Por exemplo, a função MAIÚSCULA aceita somente uma cadeia de caracteres de texto como argumento.
Insira o tipo correto de argumento  
Algumas funções de planilha, como SOMA, exigem argumentos numéricos. Outras funções, como MUDAR, exigem um valor de texto para pelo menos um dos argumentos. Se você usar o tipo errado de dados como argumento, o Excel poderá retornar resultados inesperados ou exibir um erro.
Aninhe no máximo 64 funções  
É possível digitar ou aninhar até 64 níveis de funções em uma função. Por exemplo, a fórmula =SE(RAIZ(PI())<2,"Menos de dois!","Mais de dois!") contém três funções: a função PI está aninhada na função RAIZ, que por sua vez está aninhada na função SE.
Coloque outros nomes de planilha entre aspas simples  
Se a fórmula se referir a valores ou a células de outras planilhas ou pastas de trabalho, e o nome da outra pasta de trabalho ou planilha contiver caracteres não alfabéticos (como um espaço), você deverá colocar o nome entre aspas simples ( ' ).
Coloque um ponto de exclamação (!) depois do nome da planilha quando você se referir a ela em uma fórmula  
Por exemplo, para retornar o valor da célula D3 em uma planilha chamada Dados do Trimestre na mesma pasta de trabalho, use essa fórmula: ='Dados do Trimestre'!D3.
Inclua o caminho para planilhas externas  
Verifique se cada referência externa contém um nome de planilha e o caminho para ela.
Uma referência para uma pasta de trabalho inclui o nome da pasta de trabalho e deve ser colocada entre colchetes ([]). A referência deve também conter o nome da planilha na pasta de trabalho.
Por exemplo, para incluir uma referência às células A1 a A8 na planilha chamada Vendas na pasta de trabalho (que está aberta no momento no Excel) chamada Operações T2.xlsx, a fórmula tem o seguinte formato: =[Operações T2.xlsx]Vendas!A1:A8.
Se a pasta de trabalho à qual você deseja se referir não estiver aberta no Excel, você ainda poderá incluir uma referência para ela em uma fórmula. Forneça o caminho completo para o arquivo, como o seguinte exemplo: =LINS('C:\Meus Documentos\[Operações T2.xlsx]Vendas'!A1:A8). Essa fórmula retornará o número de linhas do intervalo que inclui as células A1 a A8 na outra pasta de trabalho (8).
Observação  Se o caminho completo contiver caracteres de espaço, como o exemplo anterior, você deve colocar o caminho entre aspas simples (no começo do caminho ou depois do nome da planilha, antes do ponto de exclamação).
Evite dividir por zero  
A divisão de uma célula por outra que contenha o valor zero ou nenhum valor pode resultar no erro #DIV/0!.

Localize algo fora da fórmula que tenha sido excluído ou renomeado
Uma coluna de dados foi excluída  
Se você excluir uma coluna em um intervalo de planilhas ou em uma tabela do Excel, uma fórmula que depende dessa coluna talvez retorne um erro #REF!. Para corrigir isso, selecione qualquer célula que contenha o erro #REF! e pressione F2 para editar a fórmula. Na barra de fórmula, selecione #REF! e o exclua. Em seguida, digite novamente o intervalo para a fórmula. Isso deve corrigir todas as fórmulas quebradas nessa coluna.
Um nome definido foi excluído  
Se você excluir um nome definido, uma fórmula que depende desse nome definido retornará um erro #NAME?. Para corrigir isso, defina um novo nome que se refira ao intervalo desejado ou altere a fórmula para se referir diretamente ao intervalo de células (por exemplo, A2:D8).
Uma planilha foi excluída  
Se você excluir uma planilha, uma fórmula que depende da planilha retornará um erro #REF!. Não há forma de corrigir isso  — uma planilha que foi excluída não pode ser recuperada.
Uma pasta de trabalho foi excluída  
Se você excluir uma pasta de trabalho, os valores em todas células que se refiram a essa pasta de trabalho permanecerão intactos até que você atualize a fórmula.
Por exemplo, se a fórmula for =[Livro1.xlsx]Planilha1'!A1 e você excluir o arquivo Livro1.xlsx, os valores referenciados nessa pasta de trabalho permanecerão intactos. Se você editar e depois tentar salvar uma fórmula que se refere a essa pasta de trabalho, o Excel exibirá a caixa de diálogo Atualizar Valores e solicitará que você digite um nome de arquivo. Se você clicar em Cancelar, os dados permanecerão inalterados na célula. Para se certificar de que esses dados não sejam perdidos, converta as células contendo referências para uma pasta de trabalho excluída de uma fórmula em um valor, copiando a célula e usando o comando Colar para colar o valor na célula.


Evite usar números com separadores decimais em argumentos de fórmula
Digite números sem separadores decimais  
Não digite números com separadores decimais ao inseri-los nas fórmulas, porque vírgulas são usadas como separadores de argumento nas fórmulas. Por exemplo, se o valor que você deseja inserir for R$ 1.000, insira 1000 na fórmula. Se você inserir uma vírgula como parte de um número, o Excel interpretará a vírgula como um caractere que separa valores em argumentos de fórmula separados. Se você quiser que os números dos resultados da fórmula sejam exibidos mostrando separadores de milhares ou milhões, ou símbolos de moeda, formate as células depois de inserir as fórmulas que usam argumentos de número não formatado.
Por exemplo, se você deseja adicionar 3100 ao valor da célula A3 e você inserir a fórmula =SOMA(3,100,A3), o Excel adicionará os números 3 e 100 e depois adicionará esse total ao valor de A3, em vez de adicionar 3100 a A3.
Se você inserir a fórmula =ABS(-2,134) para descobrir o valor absoluto de -2134, o Excel exibirá um erro porque a função ABS aceita somente um argumento  — o Excel vê a vírgula e interpreta a fórmula assim: "encontre o valor absoluto de -2 e de 134". Como a função ABS só pode operar com um número, o Excel exibe uma mensagem de erro.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Comente aqui :